Pesquisar neste site

Reitor afastado da UFSC comete suicídio em shopping de Florianópolis

O reitor afastado da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (2) no Beiramar Shopping, em Florianópolis.

Cancellier estava afastado da instituição por determinação judicial. Ele e outras seis pessoas são investigadas na Operação Ouvidos Moucos da Polícia Federal, que apura o desvio de pelo menos R$ 80 milhões em recursos federais recebidos pela UFSC relativos ao curso de Ensino a Distância (EaD) oferecidos pelo programa Universidade Aberta no Brasil (UAB).

Cancellier se jogou da escada do piso L4, do Beiramar Shopping, em Florianópolis
Imagem: Diário Catarinense
Em nota, a assessoria do shopping disse que por volta das 10h30 um homem cometeu suicídio, caindo no vão central. Ele se jogou da escada do piso L4. A Polícia Militar e o Instituto Médico Legal (IML) confirmaram a identidade da vítima.

Luiz Carlos Cancellier/Reprodução
Conforme a chefia de gabinete da UFSC, dois pró-reitores se deslocavam na manhã desta segunda-feira para o IML. 
Em nota, a universidade afirmou que "pró-reitorias e secretarias da Administração Central paralisaram as atividades a partir das 11h, em função do trágico acontecimento".

Bilhete

O reitor valeu-se do suicídio para praticar um ato político de forte impacto na população. Além de optar pelo espaço mais visitado e de maior movimentação nas manhãs de segunda-feira, em Florianópolis, ele deixou um bilhete que pode explicar as razões de seu gesto.

Segundo fonte da Policia Civil, um bilhete foi escrito pelo professor Cancellier, onde teria escrito: "Minha morte foi decretada no dia de minha prisão".

Com informações do G1 e Diário Catarinense