Série de furtos no Salto D'Água Verde leva ex-vereador a pedir ajuda para a comunidade

Compartilhe:
O grande número de furtos ocorridos no bairro Salto D’Água Verde na última semana foi tema de debate na tribuna da Câmara de Vereadores de Canoinhas na sessão de segunda-feira (18).

O ex-vereador João Grein fez uso da palavra para relatar a situação ocorrida pelos moradores da comunidade, local onde vive há 53 anos. 
Grein contou que, desde a última semana, cerca de doze propriedades do bairro foram furtadas. 

 "Se os bandidos estão organizados para furtar, nós vamos nos organizar para defender a nossa comunidade”, comentou João Grein/Divulgação

Entre os objetos levados nas ações criminosas estão, principalmente, agrotóxicos, animais e equipamentos utilizados na prática agrícola. “A gente vai lutar pela comunidade. Se os bandidos estão organizados para furtar, nós vamos nos organizar para defender a nossa comunidade”, comentou. 

O morador relembrou que no ano de 2011 uma série de furtos no local também motivou a organização da comunidade e entidades do município, o que gerou resultados positivos. “A gente percebeu o efeito positivo da movimentação que a Câmara, a imprensa e a polícia fizeram àquela época e novamente nós precisamos acabar com os roubos e furtos”, afirmou. 

Valorizando o trabalho da comunidade, Grein pediu o auxílio das autoridades para que a situação seja amenizada. “A gente pode contar com a sociedade e com as autoridades constituídas, o que é muito importante para nós”. 

O presidente Wilmar Sudoski (PSD) agradeceu a presença de Grein e se colocou à disposição para conversar diretamente com o Comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, João Marcos Dabrowski de Araújo. 

Coronel Mário relatou que entre os fatores para o aumento da violência estão “o desarme da população de bem, o enfraquecimento sistemático das instituições e a corrupção”. O edil afirmou que a organização da comunidade é essencial para combater o problema. “Se nesse momento da história a comunidade não se engajar efetivamente, nós vamos ter momentos muito difíceis”. 

Participante do movimento para combater os furtos no bairro em 2011, o vereador Chico Mineiro (PR) lembrou que o engajamento entre comunidade e instituições foi importante para amenizar os crimes no local. “Acho que a comunidade deveria novamente tomar aquela iniciativa”, afirmou. 

A vereadora Camila Lima (PMDB) parabenizou a iniciativa de Grein em procurar a Câmara de Vereadores para expor a situação e sugeriu que os líderes das demais comunidades do município também utilizem da casa para explanar suas necessidades. “Tenho certeza que nós vereadores vamos nos unir e fazer o possível para que esse problema seja amenizado”.