Santa Catarina é o estado que mais emprega haitianos no Brasil

Informações divulgadas pelo Ministério do Trabalho na quinta-feira (01), mostra que Santa Catarina  é o segundo estado brasileiro com mais imigrantes no mercado formal (com carteira assinada e recebe os direitos trabalhistas).
São 14.348 pessoas de outros países atuando no estado catarinense.

O estado catarinense também é o que mais emprega haitianos no Brasil. São 7.596 haitianos que tem emprego formal no estado. 
A maior parte dos estrangeiros com empregos formais em Santa Catarina, excluindo os haitianos, são:

-1.083 argentinos
-874 paraguaios
-594 uruguaios
-265 portugueses

Imigrantes haitianos/Reprodução RBS/TV
A relação divulgada pelo Ministério do Trabalho é de 2016, entretanto é a mais recente. No Brasil inteiro, o número de haitianos no mercado formal é de 26.127.

Segundo o ministro do Trabalho a imigração de haitianos começou a ocorrer no Brasil principalmente após 2010, quando um terremoto destruiu o país estrangeiro.

Em segundo lugar na lista dos trabalhadores vindos de outros países para o Brasil estão os portugueses, com 9.088 vínculos, que antes da vinda dos haitianos ocupavam sempre a primeira colocação na lista de imigrantes no Brasil.

Idade e escolaridade

Enquanto os trabalhadores do Haiti têm maioria na faixa etária que vai dos 30 aos 39 anos, a maior parte dos portugueses tem entre 50 e 64 anos.

A escolaridade também tem particularidades. Os haitianos são os menos escolarizados. Cerca de 10,58 mil possuem ensino médio completo e há mais pessoas analfabetas dos que com ensino superior

Com os portugueses ocorre o inverso. Dos cerca de nove mil trabalhadores do país europeu, quatro mil têm superior completo e há, ainda, trabalhadores mestres e doutores.

Fonte: Ministério do Trabalho