Motivo fútil: pai e filho são presos suspeitos do crime em Rio dos Cedros

Um homem de 45 anos e seu filho, de 17, foram presos suspeitos pelo assassinato de mãe e filho, em Rio dos Cedros, no Vale do Itajaí. Eles eram vizinhos da vítimas.

O duplo homicídio ocorreu a segunda-feira (05), quando os corpos foram encontrados por familiares que voltavam de trabalho na roça, para almoçar.

As diligências iniciaram-se logo após o acionamento da Polícia Civil que logrou êxito na prisão do primeiro envolvido por volta 19h00. Na sequência veio a identificar apreender o segundo envolvido, o adolescente, por volta 23h30. Também foram localizadas as armas utilizadas no crime, por volta das 01h00.

Mãe e filho foram mortos em casa/Arquivo
Segundo o delegado Eduardo Boaretto, haveria uma intriga entre as famílias e o alvo seria o irmão mais velho da vítima, que estava trabalhando no momento do assassinato.


Os dois são vizinhos das vítimas e confessaram ter cometido o crime por vingança, segundo a Polícia Civil, "por causa de pinhões que teriam sido retirados das terras dos agressores".

Espingarda apreendida que teria sido utilizada no crime/Divulgação
"Briga por motivos fúteis. Fofocas, ameaças. Tudo teria iniciado há aproximadamente dois anos por causa de pinhões que teriam sido retirados das terras dos agressores por parentes das vítimas. Ou seja, motivos banais", afirma o delegado.

De acordo com a Delegacia de Timbó, os vizinhos confessaram o crime, mas a polícia não detalhou o envolvimento e a participação de cada um. Uma espingarda que teria sido usada no duplo homicídio foi apreendida.

Homem de 45 teria confessado o crime/Divulgação
Até as 12h desta terça, pai e filho continuavam na DP. O homem deve ser encaminhado ao presídio de Blumenau e o delegado aguardava a decisão do Ministério Público sobre o destino do adolescente. 
A Polícia Civil não informou outros detalhes sobre o caso.