Polícia Militar de Canoinhas atendeu a 9.831 ocorrências em 2017

A fim de proporcionar publicidade de seus atos,  a Polícia Militar de Canoinhas, representada pelo 3º Batalhão de Polícia Militar, apresentou balanço das atividades que foram desencadeadas no ano de 2017.

Relembrando que o 3ºBPM tem como circunscrição os municípios da Comarca de Canoinhas - Canoinhas, Três Barras, Major Vieira e Bela Vista do Toldo - e Porto União - Porto União, Irineópolis e Matos Costa - numa população estimada de 135.000 habitantes (IBGE, 2016).

Na  2ª Cia, que é sediada em Canoinhas e reúne ainda os municípios de Bela Vista do Toldo, Major Vieira e Três Barras, houve um total de 9.831 ocorrências, o que corresponde a uma média de 27 atendimentos/dia.  


Outro dado relevante, corresponde ao quantitativo de ligações telefônicas registradas na Central de Emergência 190, correspondendo a uma média de cerca de 216 ligações diárias.

As atividades proativas, naquelas onde os Militares Estaduais se antecipam, com a finalidade de prevenir o acontecimento do delito, equivalem a mais da metade dos atendimentos prestados. 

No que refere-se a ocorrências relacionadas à armas de fogo, fez-se a apreensão de 66 armas.

Oitocentos e vinte e nove pessoas (829) foram presas em flagrante delito e foram cumpridos 134 mandados de busca e apreensão/prisão.

Registraram-se atendimentos relacionados a entorpecentes, contabilizando a apreensão de maconha, crack, cocaína, LSD, haxixe e ecstasy. 

Recursos

Por intermédio de parcerias foi possível aquisição de diversos equipamento e viaturas, além da manutenção destes. 

Afim de dar prosseguimento nestas atividades, faz-se necessário a aplicação dos recursos (sejam humanos, financeiros ou materiais) da maneira mais efetiva possível, justamente por que a atividade policial é uma atividade que busca gerar, pela via da proteção, qualidade de vida às pessoal.


Acidentes de trânsito

Ações preventivas ( Semana Nacional do Trânsito, palestras em organizações/estabelecimentos comerciais, além de Autos de Infração de Trânsito emitidos), contribuíram para a queda de 12% dos acidentes de trânsito em Canoinhas e 13% na região da 2ª Cia - Canoinhas, Major Vieira, Três Barras e Bela Vista do Toldo.

Queda nas ocorrências de furto

O delito de furto, consubstanciado no Art.155 do Código Penal Brasileiro, foi registrado 8% de diminuição no município de Canoinhas e queda de 13% relativo a região. 

Essa queda pode ser atrelada a ações de antecipação à incidência do crime provocada pela atividade ostensiva dos policiais militares ( radio patrulha e Rocam), como também às câmeras de vídeo monitoramento ou através de programas que aproximam a polícia da comunidade como a Polícia Comunitária e Rede de Vizinhos.

Violência doméstica

Os casos registrados de violência doméstica é preocupante, pois foram mais de 200 na região, considerando um aumento de quase 50%

Em que pese não se tratar de um estudo mais aprofundado, pode estar relacionado ao fato de que cada vez mais as mulheres passaram a denunciar seus agressores, o que seria algo positivo e deve ser estimulado.

Em 2016 registrou-se 136 casos e em 2017 foram 205 atendimentos, todavia o aumento não significa que anteriormente não era retratada a real situação, pois esses crimes são, por vezes, silenciosos. 
A situação é preocupante e urgente, e deve estar na pauta das ações para 2018. 

Prevenção às drogas 

O PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – foi aplicado a 1348 crianças da região, que assumem o compromisso de dizer ‘sim à vida e não às drogas!’.

Polícia Militar de Santa Catarina: por pessoa do bem, para o bem das pessoas.