PM de Rio Negrinho apreende entorpecentes em evento 'Sound System'

Na última semana, a Polícia Militar abordou em Rio Negrinho várias pessoas em posse de substância entorpecente, as quais relataram que estavam na cidade para participar do evento denominado “Tawai Dub Festival”, que seria realizado entre os dias 25 à 28 de janeiro na Fazenda Evaristo, no município.

PM de Rio Negrinho/Divulgação
Nota: Tawai Dub Festival tem esse nome, por fazer referência à tribo indígena Tekua Tawai residentes de Canelinha/SC. O evento foi dedicado à cultura Sound System, e contou com a presença de equipes de som, seletores e MCs do Brasil e do mundo, com 72 horas de música de todas as vertentes do ska, roots, dub, steppa até bass music. 
Com o objetivo de reprimir o tráfico, o uso e a posse de substâncias entorpecentes, e demais crimes decorrentes das drogas no município,  a Polícia Militar deflagrou a “Operação Progressive II”.


Como resultados da operação, destaca-se a prisão de duas pessoas, sendo uma delas por tráfico de drogas, e a abordagem de 55 pessoas que estavam em posse de substâncias entorpecentes diversas, as quais foram compromissadas e responderão pelo crime de posse de drogas junto ao Fórum da Comarca, sendo lavrados os respectivos Termos Circunstanciados pelo delito previsto no Artigo 28, da Lei nº 11.343/06 (Lei de drogas).

No total foram apreendidas as seguintes substâncias:


- 787,04 gramas de maconha (torrão, folhas, sementes e infusão em álcool)
- 26 comprimidos de ecstasy
- 45 gramas de cogumelo alucinógeno
- 01 microponto de LSD
- 0,4 gramas de MD
- 4,47 gramas de rapé.

A operação contou com o apoio de guarnições do 23° Batalhão de Polícia Militar de São Bento do Sul, e do Ministério Público de Rio Negrinho.

Substâncias apreendidas durante a operação. PM de Rio Negrinho/Divulgação
A Polícia Militar fecha cada vez mais o cerco às drogas no município, com o principal objetivo de garantir a segurança da população, tendo em vista que várias são as consequências do tráfico e do uso de entorpecentes, pois além dos malefícios causados ao próprio usuário, favorecem a ocorrência de outros crimes, como roubos, furtos ou até mesmo homicídios na região.

Seção de Comunicação Social - PM de Rio Negrinho