PM Ambiental de Canoinhas apreende 24 aves silvestres que estavam em cativeiro

Na última quinta-feira (11), a Polícia Civil através de uma operação de busca e apreensão na localidade Residência Fuck no município de Monte Castelo, se deparou com aves silvestres em cativeiro. 

As aves nativas foram repassadas a Polícia Militar Ambiental de Canoinhas que recolheu os animais que ficaram no viveiro da sede da 3ª Companhia de Polícia Militar Ambiental em Canoinhas, para serem identificadas e avaliadas as condições de solturas, pelo biólogo da Companhia.

As 24 aves estavam em cativeiro e 15 foram soltas em uma mata nativa no município de Três Barras
Foram identificadas 24 aves, sendo 08 da espécie azulão, 01 coleirinho, 01 curió, 01 cardeal, 01 papagaio de peito roxo, 06 trinca-ferro e 06 bico de pimenta. Destes 24 animais, somente 15 ganharam a liberdade, sendo soltos em uma mata nativa no município de Três Barras/SC. 


Também foi realizada a soltura de um tucano do bico verde que foi entregue por um popular a Polícia Ambiental.
Segundo o Decreto nº 6.514, de 22 de julho de 2008, a multa é de R$ 500,00 por indivíduo e de R$ 5.000,00 se a espécie estiver na lista da fauna silvestre em perigo de extinção, que é o caso da espécie de Papagaio de Peito Roxo.

Se você tem um animal silvestre nativo em cativeiro ilegalmente, pode realizar entrega voluntária desses animais ao órgão ambiental competente que será isentado de multa.
Ter animal silvestre em cativeiro é crime, DENUNCIE !