Membro de quadrilha que agiu em Canoinhas é preso pela Polícia Civil de Rio Negrinho

Na manhã de segunda-feira (29), a Polícia Civil de Rio Negrinho, por meio do SIC, cumpriu mandado de Prisão Preventiva de A. E. C., suspeito da prática de crimes de estelionato, falsificação de documentos e associação criminosa.
O suspeito residia na Cidade de Joinville, onde foi encontrado e preso. 

A. E. C. é suspeito de coordenar uma associação criminosa que praticava diversos golpes em comércio. 
A quadrilha agia da seguinte forma: fabricavam documentos de identidade, comprovantes de residência e de renda falsos, e se passavam por terceiros de boa-fé.

A. E. C. é suspeito de coordenar uma associação criminosa que praticava
diversos golpes em comércio
. Polícia Civil/Divulgação
Com essa documentação inverídica, compareciam em lojas e instituições bancárias, efetuavam compras no crediário ou faziam empréstimos, e depois não pagavam as dívidas, sendo que os débitos ficavam em nome da pessoa que foi utilizada para confecção dos documentos falsos, gerando prejuízo para o comércio e para a vítima da falsidade. 

Até o momento a Policia Civil identificou golpes praticados pela quadrilha na cidade de São João do Itaperiú, Mafra, Canoinhas e Rio Negrinho

Em Canoinhas, os falsários conseguiram adquirir um veículo Chevrolet Agile em nome de um “laranja” e na Cidade de Mafra obtiveram dinheiro através de um empréstimo bancário efetuado com a documentação ilícita. 

Em Rio Negrinho, um segundo empréstimo só não foi finalizado porque duas integrantes da quadrilha foram presas após a aprovação do crédito, mas antes de sacar o dinheiro. 

As investigações iniciaram após duas mulheres terem sido presas em flagrante na Cidade Rio Negrinho ao tentar comprar um aparelho televisor e um telefone celular nas Lojas Mercado Móveis, onde os funcionários suspeitaram da fraude e acionaram a Polícia Militar, que conduziu as duas até à Delegacia de Polícia Civil, culminando na lavratura de Auto de Prisão em Flagrante contra elas.

Com a prisão delas o Delegado de Polícia passou a verificar outros golpes da quadrilha e conseguiu identificar um terceiro elemento, a quem se atribui a chefia dos golpes, o qual foi preso em Joinville. 

Veículo Chevrolet Agile que foi recuperado pela polícia/Divulgação
No momento da prisão de A. E. C., a Polícia Civil recuperou o veículo Chevrolet Agile que foi adquirido mediante estelionato. 

No interior do veículo foram encontrados também folhas de cheque possivelmente falsificadas (que serão encaminhadas para perícia), além de outros documentos que comprovam as atividades ilícitas dos investigados. 

Há indícios da abertura de contas bancárias e movimentações fantasmas pelos investigados, o que continua sendo apurado pela Polícia Civil, que no prazo legal encaminhará os autos para o Poder Judiciário.

Com informações da Delegacia de Polícia de Rio Negrinho