Criança de 7 anos morre em praia de SC após explosão de rojão

Na manhã deste domingo (07), um homem soltava rojões de vareta em uma praia de Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis, quando um deles caiu no mar, próximo a um homem que estava com o filho no colo.

Conforme os bombeiros, depois que o foguete caiu próximo à criança, ela teve uma parada respiratória.

Em seguida, guarda-vidas civis tentaram a reanimação do menino. Cerca de 25 minutos depois, os bombeiros chegaram e continuaram a tentativa por mais meia hora, sem sucesso. O menino morreu no local.

Após o atendimento, o corpo da criança ficou na praia, aguardando a perícia. Imagem: Plantão WhatsApp
Os bombeiros afirmaram que a criança não foi atingida pelo foguete. Não havia nenhum ferimento no corpo dela que indicasse isso.  O pai do menino não ficou ferido.

O suspeito de ter soltado o foguete foi preso, de acordo com a Central de Polícia de São José, cidade vizinha.
Ele tem 39 anos e já tinha antecedentes criminais, que não foram especificados. O homem disse aos policiais que soltou o rojão em direção ao mar.

No final da tarde deste domingo, informações do perito médico legista de São José, constatou que a morte da criança deu-se por afogamento.
O laudo foi confirmado pelo delegado de plantão da Central de Polícia de São José, Alexandre Carvalho e o suspeito de ter soltado o rojão foi solto.

As circunstâncias da morte serão apuradas. Uma das suspeitas seria de que o menino assustou-se com a explosão e teria caído na água.
A polícia irá investigar o caso.