Polícia procura dois suspeitos de cometerem latrocínio em Santa Catarina

A Polícia Civil de Santa Catarina identificou e pediu a prisão preventiva de dois suspeitos de terem cometido um crime de latrocínio contra o taxista Allan Tietz, de 24 anos.

Alan foi visto pela última vez em Jaraguá do Sul na quarta-feira (22), quando foi solicitado, por dois jovens, para fazer uma corrida para um suposto velório em Curitiba.

Patrick Machado Fuckner e Jonatan Machado Fuckner são procurados por suspeita de
envolvimento no crime. Polícia Civil/Divulgação
O carro do taxista, um Renault Logan, foi encontrado na quinta-feira (23) em Curitiba, com manchas de sangue nos bancos do motorista e traseiro, e sem as quatro rodas, bateria, rádio, alguns acessórios e com o capô e as portas abertas. 

Veículo foi encontrado em Curitiba/Divulgação
“Para a polícia a hipótese mais provável é latrocínio, acreditamos que a vítima tenha mesmo sido assassinada, apesar de o corpo não ter sido encontrado." 

Allan Tietz/Reprodução
Um dos suspeitos mandou mensagem para uma testemunha confessando que tinha matado [o Allan] e esconderam em um local de difícil acesso, em um local onde a polícia jamais vai encontrar corpo”, relatou o delegado Eric Uratani, que investiga o caso.

 O pedido de prisão foi feito na sexta (24) e aceito no mesmo dia pela Justiça. 

Os dois suspeitos, de 18 e 20 anos, já têm passagens pela polícia, segundo o delegado.

A polícia divulgou a foto Patrick Machado Fuckner e Jonatan Machado Fuckner como suspeitos de envolvimento no crime. Eles são de Garuva, cidade onde estão concentradas as buscas ao motorista de Jaraguá do Sul, mas podem estar em qualquer lugar.

Imagem: Polícia Civil/Divulgação
Qualquer informação do paradeiro dos suspeitos deve ser imediatamente comunicada à polícia pelo telefone 181 ou 190.