Chover no molhado: vereadores cobram retorno de perícias do INSS em Canoinhas


A novela do retorno da perícia para auxílio-doença, auxílio-acidente e aposentadoria por invalidez pelo INSS na agência de Canoinhas é outra que parece não ter fim. (Outra pois também temos a novela do Hemosc, da SC-477...)

Mais uma vez os vereadores estão gastando papel para enviar requerimentos solicitando uma resposta para as incontáveis solicitações já enviadas.
Isto parece literalmente chover no molhado. Mas eles não desistem (para nossa sorte!).

Em julho último, os vereadores de Três Barras, Ernani Wogeinaki Júnior e João Francisco Canani, participaram em Brasília/DF, de audiência com o diretor de atendimento do INSS, Jobson Salles, onde cobraram o retorno das perícias médicas para a Agência de Canoinhas.

"Referente à questão de Canoinhas o diretor de atendimento se comprometeu a participar de uma reunião no município, na qual deve deliberar a respeito da questão", disse Canani.
Até hoje 'nem sinal do homem'.

Perícia médica na agência do INSS em Canoinhas
Agência do Instituto Nacional do Seguro Social de Canoinhas. Imagem: Canoinhas Online
Na sessão de terça-feira (21), os vereadores de Canoinhas reiteraram o pedido pelo retorno da realização de perícias na agência do INSS do município, em requerimento direcionado à Superintendente Regional Sul do INSS, Kathia Moreira Braga, ao Gerente Executivo do INSS de Joinville, Altemir Cordeiro, ao Ministro do Trabalho e Previdência Social, Ronaldo Nogueira, ao Diretor de Atendimento do INSS, Jobson Silveira Salles e aos Deputados Federais e Senadores de Santa Catarina.

Quanto aos anteriores, até agora nenhuma resposta aos questionamentos obscuros feitos por toda edilidade.

A vereadora Norma Pereira afirmou que, apesar do assunto já ter sido tratado na Câmara por inúmeras vezes, as solicitações não foram atendidas. “Temos representantes legais e temos que insistir para que haja uma solução”, afirmou.

Norma relatou a situação de uma moradora de Canoinhas que, além de realizar a perícia em Lages, só poderá receber o benefício na cidade do atendimento. “Não resta outra alternativa, a não ser sermos insistentes para que haja uma solução em que nossa população seja atendida pela previdência social”.

O vereador Paulinho Basílio (PMDB) lembrou-se de requerimento enviado ao INSS sobre as atividades da médica alocada na agência do município. Para o vereador, a volta da servidora ao atendimento ao público é de extrema importância para amenizar a situação vivenciada pelos canoinhenses.

O presidente Wilmar Sudoski (PSD) destacou que os vereadores devem continuar reiterando as solicitações, até que estas sejam atendidas. “Não vamos desistir jamais”.