Carteira de Identidade volta a ser emitida em Três Barras a partir de 5 de dezembro


O serviço de emissão de Carteira de Identidade ou Registro Geral (RG) volta a ser feito em Três Barras a partir do dia 05 de dezembro.
Agora os munícipes não precisam mais se deslocar a Canoinhas para fazer o documento. 

O posto de identificação vai funcionar junto à secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda, situada a Avenida Rigesa n°240, no centro da cidade. 
O atendimento no local acontece das 08h às 12h e das 13h10 às 17h, de segunda a sexta-feira. 

Conforme Lei Federal n° 12.687/2012, a emissão da primeira via do documento é gratuita em todo território nacional. 
Já para a segunda via, é obrigatório o pagamento de taxa no valor de R$ 34,97. A guia é emitida no ato de solicitação e a entrega ocorre em até 20 dias contados a partir da data em que foi feito. 

Para a retirada do documento de identidade é obrigatória a apresentação do protocolo fornecido após o atendimento. A responsabilidade pelo serviço de identificação é do Instituto Geral de Perícias (IGP), órgão ligado a Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Documentos necessários para emissão da 1ª ou 2ª via:


  • Original ou cópia autenticada sem rasura e em bom estado de conservação, sem emendas, informando local de nascimento (Município e Estado).
  • Se solteiro (a): Certidão de nascimento.
  • Se casado (a): Certidão de casamento.
  • Se separado (a), divorciado (a) ou viúvo (a): Certidão de casamento com a devida averbação.
  • Se nascido (a) no exterior: Certidão de nascimento com traslado do registro consular/ certificado de naturalização, certidão de igualdade de direitos, certidão de opção de nacionalidade.
  • 01 foto 3x4 recente, colorida, de frente, com fundo branco; sem sorriso, data e retoques; não estar usando camiseta branca ou regata e nem acessórios na cabeça ou adornos que encubra o rosto ou orelhas. 
  • Não pode reutilizar foto da carteira de identidade antiga.
Menores de 16 anos deverão estar acompanhados pelo pai, mãe ou responsável legal, portando a documentação obrigatória. O acompanhante deve apresentar RG.
A inclusão do CPF no documento não é obrigatória.