Canoinhas recebe o maior Festival de Danças Urbanas do estado

O município de Canoinhas recebe neste sábado (02), pela primeira vez, o Festival de Danças Urbanas do Planalto Norte Catarinense. 

Organizado pelo coreógrafo do grupo canoinhense Urban Style e entusiasta da dança de rua na cidade, Sérgio Teixeira da Silva, o evento receberá 480 bailarinos dos estados de Santa Catarina e Paraná, tornando-se, assim, o maior evento de danças urbanas do estado. 

Segundo o organizador, o evento foi projetado após uma conversa com a vereadora Norma Pereira (PSDB), que sugeriu que o coreógrafo buscasse formas de incentivo público a projetos culturais. 

Sérgio Teixeira da Silva usou a tribuna para convidar toda a população 
para prestigiar o festival/Divulgação
A proposta de Sérgio foi uma das contempladas pelo edital Elisabete Anderle de Estímulo Cultural, que destinou, neste ano, cerca de R$5,6 milhões a projetos culturais de todo o estado. O coreógrafo destacou que, apesar de oferecer recursos para a realização das iniciativas, o processo é concorrido e, normalmente, destinado a cidades de grande porte. 

“É a primeira vez na história que Canoinhas ganha um edital da Elisabete Anderle”, acrescentou. O evento ainda contou com o apoio da Prefeitura de Canoinhas e empresas privadas do município.

A vereadora Norma Pereira (PSDB) comemorou a realização do evento, ressaltando a importância em buscar editais de incentivo público. “Às vezes existem opções em que a gente pode trazer eventos com o dinheiro de projetos culturais que estão à nossa disposição”, comentou.

Festival 


Por tratar-se de um evento realizado com repasses públicos, os bailarinos foram isentos do valor de inscrição, bem como a população, que poderá assistir as apresentações de forma gratuita

Serão realizadas duas sessões: a primeira inicia às 15h, com 28 apresentações de bailarinos entre 07 e 14 anos, e a segunda ocorre às 19h, com 54 apresentações dos grupos adultos e juvenis.


O evento receberá um público de até duas mil pessoas por sessão, capacidade do ginásio de esportes da Escola de Ensino Básico Sagrado Coração de Jesus.

Além dos bailarinos, a cidade também receberá jurados de renome na dança, envolvidos com grandes companhias, como o Teatro Bolshoi, apresentações de televisão e organização de eventos de dança.

No cronograma do festival, ainda serão realizados dois cursos voltados à comunidade. Uma das propostas é direcionada aos professores da rede municipal e estadual de ensino, onde os profissionais receberão instruções para trabalhar a dança com qualidade dentro das escolas. 

A segunda oficina será ministrada para alunos da Escola Básica Municipal Severo de Andrade, com o objetivo de ensinar fundamentos básicos da dança de rua. As oficinas ocorrem na sexta-feira.

Planos para o futuro

Durante a sessão, Sérgio relatou que continua em busca de novos apoios para dar continuidade ao trabalho que ocorre nesta semana. Segundo o coreógrafo, o projeto está inscrito no edital de incentivo cultural do Banco Itaú. “Quem sabe a gente possa ter mais grandes eventos na área da dança e na área cultural”, comentou.

No grupo Urban Style, o coreógrafo também segue com planos ambiciosos. A equipe, que conquistou 38 prêmios apenas em 2017, pretende participar da mostra competitiva do Festival de Dança de Joinville, o maior evento da área no país. 

Neste fim de semana, por uma questão considerada ética por Sérgio, o grupo não competirá. No entanto, a equipe irá se apresentar na mostra não-competitiva, para divulgar o trabalho realizado em Canoinhas.