UNIMED mostra-se favorável à instalação de Pronto Atendimento para usuários de planos de saúde em Canoinhas

Após encaminhar ofício à operadora de planos de saúde UNIMED sobre a possível instalação de pronto atendimento para usuários dos serviços, a
vereadora Telma Bley (PMDB) recebeu a resposta da empresa, tema que foi debatido na sessão de segunda-feira (23).

 Em concordância à proposta, a UNIMED afirma que, caso o Hospital Santa Cruz de Canoinhas disponibilize uma unidade de urgência e emergência para atendimentos particulares e de convênios, a empresa compromete-se a efetuar o pagamento sobre os procedimentos, consultas e medicamentos utilizados no atendimento de seus beneficiários.

Empresa posicionou-se favorável à instalação de unidade destinada a atendimentos
particulares e de convênios.
“Somos favoráveis a instalação do pronto atendimento dentro do Hospital Santa Cruz e nos comprometemos a firmar convênio e remunerar por todos os atendimentos realizados aos beneficiários da UNIMED”, afirma o ofício assinado pelo presidente, Ricardo Alexandre Manteuffel, e o vice-presidente da empresa, Filipe Farias Teixeira. 

A vereadora Telma Bley (PMDB) voltou a comentar que a instalação de um pronto atendimento para usuários de planos de saúde e consultas particulares é uma reivindicação antiga do poder público. 

Ela lembrou que, como um dos princípios da Saúde Pública, o Sistema Único de Saúde deve atender todos os cidadãos, mesmo vinculados a planos de saúde. No entanto, Telma acredita que a nova unidade poderia ser benéfica à saúde pública da cidade. “Geraria receita, ficaria bom para os planos e desafogaria a Unidade de Pronto Atendimento Municipal (UPA)”.

Durante a sessão, a vereadora destacou que, nos primeiros anos de funcionamento da UPA em Canoinhas, o atendimento emergencial era realizado apenas entre as 19h e 07h e, nos demais horários, os usuários do SUS eram atendidos na policlínica. 

Telma sugeriu que, caso instalada, a unidade de Pronto Atendimento para os planos de saúde poderia adotar esta estratégia como forma de economicidade, tendo em vista que os usuários dos convênios podem realizar consultas e exames em consultórios e laboratórios particulares nos demais horários.

O presidente Wilmar Sudoski (PSD) sugeriu que a resposta da empresa seja enviada oficialmente à direção do HSCC, com o objetivo de ampliar o debate e as negociações acerca da instalação da nova unidade de atendimento. “A partir dessa abertura, as empresas também podem ser parceiras do hospital e nos auxiliar nesse trabalho da saúde”.

O vereador Coronel Mário Erzinger (PR) também sugeriu que a proposta seja enviada aos demais planos de saúde que operam no município, considerando a resposta da empresa. “Se tiver uma boa vontade dessas operadoras de planos de saúde, até acredito que o momento é muito oportuno para que isso aconteça”.