Três são presos por dirigirem completamente bêbados pelas ruas de Canoinhas

A Polícia Militar prendeu três pessoas no último fim de semana em Canoinhas por estarem completamente embriagados e conduzindo veículos.

1º Caso: Um jovem de 28 anos estava conduzindo um GM Chevette em zig-zag e com os faróis apagados, na madrugada de sábado (28), na rua Getúlio Vargas.
Ao ser abordado, confirmou ter feito uso de bebida alcoólica. 

O teste do bafômetro resultou em 1,21 mg de álcool por litro de ar expelido. Para complicar, o condutor estava com a Carteira de Habilitação (CNH) vencida há mais de um ano.
O condutor foi preso e o veículo removido.

Chevete transita em zig zag e com os faróis apagados/Divulgação
2º Caso : Também na madrugada de sábado, por volta das 05h, um veículo Ford Fiesta foi flagrado pela PM avançando o sinal vermelho. 

Na abordagem, contataram que o condutor, um homem com 25 anos de idade, apresentava sinais de embriaguez (odor etílico, fala alterada). 
Foi oferecido o teste do bafômetro, resultando em 1,08 mg de álcool por litro de ar expelido. O condutor foi preso e o veículo removido.

O veículo Ford Fiesta foi removido ao pátio conveniado e o condutor foi preso em flagrante/Divulgação
3º Caso : No domingo (29), próximo as 8h da manhã, a PM recebeu um chamado para verificar um veículo  suspeito, no Km 3 da Rodovia SC 477.
Os policiais militares avistaram um veículo VW Santana, com as características repassadas na denúncia. Ao ser dado ordem de parada, percebeu-se que o condutor apresentou certa dificuldade para estacionar o veículo. 

O condutor do Santana mal conseguiu estacionar o veículo/Divulgação
Ao efetuar a abordagem constatou-se que o condutor apresentava visíveis sinais de embriaguez, sendo oferecido o teste do bafômetro, porém o mesmo se recusou em realizar o teste. 

Vários litros de bebida alcoólica foram encontrados no interior do veículo/Divulgação
A PM então confeccionou o termo de constatação de embriaguez e o condutor foi preso em flagrante. Também foram confeccionadas as devidas autuações e o veículo foi liberado a condutor habilitado.

Dirigir sob a influência de álcool configura-se como uma das principais causas de acidentes envolvendo vítimas no trânsito. A ingestão de álcool interfere nos reflexos e na coordenação motora, além de causar dificuldade de concentração do indivíduo.
Então, mais juízo minha gente. Viva a vida e deixe viver!

Fuga e habilitação cassada

No sábado (28), por volta das 15h45, equipes da PM realizavam ações de polícia ostensiva pelo bairro Campo da Água Verde, quando na Rua Otavio Ferreira da Silva avistaram uma motocicleta com dois ocupantes, em atitude suspeita.
Nesse momento, o passageiro avistou a guarnição, desceu rapidamente e o condutor empreendeu fuga. 


Os policiais militares realizaram o acompanhamento, sendo que o mesmo foi abordado em frente a sua residência. Após consulta pessoal foi constatado que o condutor encontrava-se com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada. Diante dos fatos foi confeccionado boletim termo circunstanciado e a motocicleta removida ao pátio conveniado.