Socorristas e bombeiros são agredidos durante atendimento a jovem com overdose, em festa clandestina em Maringá

Os bombeiros e o SAMU de Maringá receberam um chamado, na manhã de domingo (01), de que uma adolescente de 17 anos estaria sem pulso. Ao chegar em uma chácara,  encontraram a menor  desmaiada e com sinais de overdose.

Durante o atendimento a adolescente, segundo as equipes do Samu e dos bombeiros, algumas pessoas que estavam na festa cercaram as ambulâncias e começaram a chutar os veículos e xingar a equipe.
A festa estava sendo realizada de maneira clandestina, ainda de acordo com o Samu.

No local as equipes encontraram muitos litros de bebida vazios.
Imagem: Corpo de Bombeiros/Divulgaçao
Um médico disse que quando o veículo dos bombeiros deixava o local, um homem retirou os médicos de dentro e assumiu a direção. Ele fugiu com a caminhonete, mas bateu em um poste e foi preso.

Motorista foi preso após bater o veículo dos bombeiros em um poste.
Imagem: Tedy Gonçalves
A adolescente que passou mal na festa foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA da Zona Norte de Maringá.

Segundo o Samu, o quadro de overdose foi confirmado. A menina está em observação e não corre risco de vida.