Preso o suspeito de deixar mulher morta em hospital e fugir

A polícia prendeu na noite de quinta-feira (26), o homem suspeito de deixar a mulher morta no hospital e fugir, em Ibirama.
Chaiane Til, de 23 anos, foi levada na manhã de quinta-feira ao hospital por seu marido.
A unidade de saúde afirmou que após constatar a morte da mulher, o médico questionou o homem, que fugiu com uma criança. Um vídeo mostra o homem entrando em hospital com a mulher morta.

Conforme a mãe da vítima, Chaiane estava muito roxa e sem os dentes. Já havia histórico de agressão contra mulher, mas ela não teria registrado boletins de ocorrência contra o companheiro, com quem mantinha relacionamento desde os 13 anos de idade.

Chaiane Til tinha 23 anos e era soro positivo/Reprodução
Prisão

O suspeito foi visto por volta das 20h,  andando a cavalo em uma rua da cidade. e foi imediatamente detido.
Na madrugada desta sexta-feira (27) ele deu entrada no Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.
"Ele havia saído com autorização judicial, através do benefício de saída temporária, no dia 03 de maio de 2017 do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí. Deveria retornar no dia 10 de maio de 2017 e não o fez, sendo considerado então foragido", informou o Deap.
O suspeito de 32 anos estava preso por tráfico de drogas.

“Trabalhamos com todas as linhas de investigação, principalmente por ela ser soro positivo e estar em estado avançado da doença, qualquer tipo de batida pode causar lesões. 
A gente trabalha com a linha de agressão ou morte natural. A família mesmo disse que ela vinha sofrendo quedas. Quem vai constatar lesões de agressão ou batida é a perícia”, afirmou  o delegado Antonio Godoi, da Delegacia de Apiúna, onde a família mora.