Fugitivos de cadeia no Paraná furtam capela e deixam bilhete para o padre. Deve ter pesado a consciência

Na madrugada de sábado (07), 5 presos fugiram da cadeia da cidade de Mandaguari, no norte do Paraná, por um buraco na parede.
Um deles foi preso logo em seguida.

No início da tarde, outros três foram recapturados na zona rural de uma cidade vizinha, após denúncias de moradores.
Os três invadiram uma capela, tomaram banho, bagunçaram o local e na saída levaram uma toalha do altar e uma caixa de fogos de artifício.

Antes de sair, um deles escreveu um bilhete, que dizia "me perdoa seu padre' e deixou em um crucifixo.


De acordo com a polícia, eles estavam na Estrada Keller, próximo à Capela São João Batista, que fica em um local de difícil acesso.

Segundo Maria Colombo, de 69 anos, mulher do coordenador da capela, e que mora nos fundos do local, "eles deixaram uma bagunça total. Sujaram tudo, derrubaram coisas, mas não roubaram nada de valor. Aí deixaram esse bilhete lá no crucifixo porque deve ter pesado a consciência", afirma.

A Polícia Civil de Mandaguari ainda procura por um preso que permanece foragido.