Dois traficantes são presos no Terminal Rodoviário de Canoinhas

A operação liderada pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas, na última quinta-feira (14), não só cumpriu 64 mandados de prisão e 36 de busca e apreensão, como também prendeu dois traficantes no Terminal Rodoviário de Canoinhas.

Os dois homens (de costas), foram presos assim que desembarcaram do ônibus.
Segundo informações levantadas pelo Canoinhas Online, os dois homens eram provenientes de Curitiba. Assim que desembarcaram do ônibus, foram interceptados por agentes da Polícia Civil. Com eles foi encontrado 300 gramas de cocaína.

Os dois foram encaminhados para a sede da DIC de Canoinhas e autuados em flagrante delito por tráfico de drogas, permanecendo a disposição da justiça.

Substância entorpecente (cocaína) apreendida pela Polícia Civil.
OPERAÇÃO REPROBUS

Após seis meses de intensa investigação, a Divisão de Investigação Criminal de Canoinhas, com o apoio de agentes da Polícia Civil de várias regiões do estado, desarticulou um dos núcleos de uma organização criminosa atuante no estado.

A investigação apontou que o grupo criminoso tem ligação com quatro mortes e três tentativas de homicídio ocorridas em Canoinhas e Três Barras no último ano.
O motivo das mortes seriam dívidas das vítimas com a facção.

Agentes da Polícia Civil de várias regiões do estado participaram da operação.
Um caso de tortura contra uma mulher no bairro São Cristóvão, em Três Barras, também estaria ligado a essa facção. 
Também no São Cristóvão, a polícia prendeu um homem apontado como responsável pelo comando do abastecimento de drogas na região.

Parte da munição apreendida durante a Operação REPROBUS

Durante as diligências foram apreendidos armas, munições, drogas, dinheiro, celulares e notebooks.  Todo esse material será analisado pelo Instituto Geral de Perícias.

De acordo com o delegado Rodrigo Raitez, "as prisões devem enfraquecer a atuação do grupo na região".    
"Vai ser um baque para a organização criminosa, mais especificamente na região de Canoinhas e Três Barras. Com isso, principalmente o tráfico de drogas tende a diminuir na região" - concluiu.