Um boato por pouco não provoca uma tragédia no Paraná

A circulação de um boato por pouco não provoca uma tragédia, na cidade de Londrina, norte do Paraná.

Dioni Aparecido da Silva, de 36 anos, foi espancado por populares que acreditaram na história de que ele seria o autor de um estupro contra uma moradora local. 

O homem só não foi linchado porque escondeu-se na mata até a chegada da PM/Divulgação
Os "justiceiros" perseguiram o rapaz com pedaços de pau e também atiraram pedras.

O homem foi golpeado com socos e pontapés, e só conseguiu se salvar por que se refugiou em uma mata até a chegada da Polícia Militar.
Segundo a PM, a informação de que ele seria o autor suposto crime é falsa.

A vítima foi socorrida com ferimentos na cabeça e encaminhada para atendimento hospitalar.
Paraná Notícias