Mutirão oftalmológico em Três Barras realizou 436 atendimentos

Pacientes com três e até seis anos na fila de espera por uma consulta e exames oftalmológicos gratuitos foram atendidos durante mutirão realizado entre os dias 25 e 27 de agosto, na Unidade de Saúde Dr. Mário Mussi, no distrito de São Cristóvão.

A iniciativa foi da prefeitura de Três Barras, com o respaldo da secretaria de Saúde, equipes do programa Estratégia Saúde da Família (ESF) e dos profissionais das Vigilâncias Epidemiológica, Sanitária e Ambiental do município. Os atendimentos foram feitos por médicos especialistas da cidade de Curitiba/ PR.

98 pessoas foram encaminhadas para procedimentos cirúrgicos, ou ainda, para a realização de exames mais complexos/Divulgação
De acordo com a pasta de Saúde, estavam agendados 550 atendimentos, sendo que 114 pacientes não compareceram. Foram consultadas 68 pessoas com idades entre 02 a 16 anos, 179 de 17 a 59 anos de idade e 91 pacientes com 60 anos ou mais.

98 pessoas – das três faixas etárias – foram encaminhadas para procedimentos cirúrgicos, ou ainda, para a realização de exames mais complexos como biometria, angiofluoresceinografia, campo visual, paquimetria, retinografia e tonometria h.

Secretária de Saúde, Raquel Cunher Vieira, avaliou positivamente a ação por detectar, em muitos pacientes, alterações que necessitam de tratamento médico e que poderiam levar à cegueira. “Foi uma oportunidade dada àquelas pessoas que, por algum motivo, não tem como realizar visitas regulares ao oftalmologista”, lembra.

Simultaneamente ao evento principal, as equipes de saúde realizaram 427 testes rápidos de HIV, sífilis, glicemia e hepatite B e C, como também verificaram a pressão arterial e o peso dos pacientes. 

Houve ainda a prática de ginástica laboral e o repasse de informações sobre postura correta por profissional de fisioterapia, dicas de alimentação saudável fornecidas por nutricionista e orientações de cunho preventivo e educativo.

No entorno da unidade foram montadas piscina de bolinhas e cama elástica, destinadas a entreter as crianças no momento em que os pais ou responsáveis estavam aguardando a consulta ou sendo atendidos pelos médicos.