Falta de repasse do governo pode afetar atendimento do Hospital Santa Cruz e do PA de Canoinhas

No mês de julho, mais precisamente na sessão da Câmara de Vereadores do dia 04, a vereadora Zenici Dreher (PR), apresentou requerimento destinado ao Secretário Estadual de Saúde, Vicente Caropreso, solicitando informações sobre o repasse de recursos mensais para o Hospital Santa Cruz de Canoinhas (HSCC).

A falta de verba já ameaça a condição financeira do Hospital. Imagem/Arquivo
A verba, de R$100 mil por mês, já estava atrasada desde janeiro de 2017. O recurso é destinado aos serviços de urgência e emergência da Unidade de Pronto Atendimento do município que, hoje, funciona como porta de entrada na instituição. “Interfere diretamente nas ações de urgência e emergência realizados pelo hospital aos usuários do SUS”, afirmou a vereadora.

Zenici Dreher (PR)/Arquivo
Na sessão de segunda-feira (07/08), Zenici leu em plenário, alguns trechos da resposta, nada agradável, da Secretaria de Estado de Saúde sobre o atraso.

O documento veio assinado pelo Secretário de Saúde do Estado, pelo secretário adjunto e pelo superintendente, dizendo que "não há previsão, não há recursos... há situações desfavoráveis no âmbito financeiro no estado em geral e que há um atraso recorrente das demandas que prestam sobre pagamento".

Segundo Zenici, outro e-mail da diretoria de planejamento da repartição também confirmou o atraso do repasse mensal de R$100 mil à Unidade de Pronto Atendimento do município desde o mês de janeiro.

“Isso é muito frustrante para nós enquanto representantes dos cidadãos porque são recursos de extrema importância para os serviços”, desabafou.

Para a vereadora, a falta da verba faz com que a responsabilidade sobre os serviços recaia sobre o município. “Acaba sobrecarregando o serviço mais uma vez sobre o município”, lamentou.

A falta de verba já ameaça a condição financeira do Hospital. A entidade já está se colocando em situação de déficit financeiro novamente.

Recentemente, o diretor administrativo do HSCC, Derby Fontana, explanou que "o hospital não sobrevive somente com o apoio dos órgão públicos, seja ele municipal, estadual ou federal.
Todos os hospitais filantrópicos estão hoje em uma dificuldade muito grande, e o hospital de Canoinhas está tentando se manter em meio a essa turbulência."

Lançamento da campanha Energia Solidária. Imagem: Canoinhas Online/Arquivo
Para ajudar o HSCC, o Lions Clube Ouro Verde idealizou a campanha Energia Solidária. O objetivo é suprir os gastos que o hospital tem, mensalmente, com energia.

No dia 12 de agosto, será realizado um evento, no centro da cidade, para maior divulgação da campanha.