Polícia Civil prende assassino do policial canoinhense

Agentes da Delegacia de Homicídios de Joinville - DH, realizaram na madrugada dessa quinta-feira (31), operação policial que prendeu dois envolvidos na morte do policial militar Joacir Roberto Vieira.

Suspeito da morte do policial.Imagem: Gazeta de Joinville/A Notícia
As prisões ocorreram como consequência de intensa e ininterrupta investigação iniciada na cena do crime e que apontou a autoria e paradeiro de dois autores que participaram dos eventos na noite do covarde crime.

Imagem: Salmo Duarte/A Notícia
Um dos presos, R.F.L, 23 anos, aparece no vídeo registrado por câmeras de segurança descendo da carona do veículo utilizado para fuga. 
Logo em seguida o mesmo homem, utilizando um casaco de outro autor, aparece ateando fogo no carro com o fim de destruir vestígios.

Durante interrogatório o preso confessou integralmente a autoria e explicou de forma pormenorizada a dinâmica do crime, apontando, inclusive, os demais envolvidos na ação. 

As informações obtidas junto ao preso tornaram possível, ainda durante a madrugada, a prisão de uma mulher que auxiliou na fuga. Por fim, o preso explicou os motivos da ação - ligados a demandas da facção criminosa - e indicou os mandantes diretos do crime. 


Nas primeiras horas dessa quinta-feira (31), foi deflagrada operação policial, com apoio da DIC e da Polícia Militar, objetivando o cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão decorrentes da investigação da DH, tornando possível a prisão em flagrante de outras duas pessoas por porte ilegal de arma de fogo e munições.

Agora, as investigações prosseguem com o fim de prender os demais envolvidos e esclarecer por completo os lamentáveis eventos da noite da última segunda-feira.
Delegacia de Homicídios de Joinville

Atualização- Na manhã de hoje (31), no Jardim Alvorada, no município de Cascavel, no Paraná, foi preso Jeferson Diego Padilha, 26 anos, suspeito de ser o mandante do crime. 
Ele estava com mandado de prisão em aberto por roubo. No momento da prisão, ele estava acompanhado de seu primo e com a dupla, foi encontrado uma porção de maconha e duas munições.

Suspeito de ser o mandante do crime foi preso em Cascavel, no Paraná.
Alisson de Oliveira Padilha, 18 anos, que é irmão de Jeferson, foi preso na madrugada de terça feira, (29), após a polícia militar realizar uma operação no loteamento Juquiá, que fica no Bairro Ulysses Guimarães, na Zona Sul de Joinville. Com Alisson os policiais encontraram um revólver Rossi calibre 22, municiado, sete rádios comunicadores e uma motocicleta sem placas e com o chassis raspado.

De acordo com informações, uma mulher de 21 anos, que está detida, resgatou os três homens que saíram do veículo incendiado após o crime. Policiais continuam nas diligências para comprovar a participação da mulher.

Durante o interrogatório, o autor dos disparos que matou o cabo afirmou aos policiais que estava em dívidas com uma facção criminosa e teria que assassinar um agente de segurança pública para pagar a suposta dívida.