Como o contrabando de cigarro está alimentando o crime em SC

Um negócio milionário e que cresce com velocidade em Santa Catarina: o contrabando de cigarros.

Um crime que rende fortunas em dinheiro sujo, mata, explora pessoas e ajuda a engordar as estatísticas de furtos e roubos.

Essa rede complexa permite relacionar negócios do presidente do Paraguai, dono de uma das maiores indústrias de tabaco do país vizinho, a donos de boteco na periferia catarinense.

Imagem:  Ricardo Wolffenbüttel
O contrabando de cigarro serve para sustentar o tráfico de drogas, de armas, lavar dinheiro.
O jornalista Pedro Rockenbach, do Diário Catarinense, fez uma reportagem especial sobre o assunto.
Você irá conferir a rota do contrabando desde as 'tabacaleras paraguaias' até os centros de distribuição que abastecem Santa Catarina.

Para ler a reportagem completa, acesse aqui. Matéria interessantíssima, vale a pena a leitura!