Clínica clandestina é fechada e falso dentista é preso no norte catarinense

A Polícia Civil de São Bento do Sul, norte do estado, iniciou uma investigação depois que um paciente fez uma denúncia, após ser atendido em um consultório dentário.

Ele contou à polícia que foi ao local para fazer um orçamento para tratamento dentário e o suposto dentista fui em sua direção com uma seringa, pronto para aplicar anestesia. O homem suspeitou e pensou 'que dentista faz isso?'

Clínica clandestina é fechada em Campo Alegre, norte de Santa Catarina
Imagem: Polícia Civil / Divulgação
Depois de dois meses de investigação, a polícia deflagrou uma ação de busca e apreensão na clínica clandestina, localizado na Rua Victor Stachon, no bairro Fragososo em Campo Alegre, norte de Santa Catarina, na noite de quarta-feira (16).

No endereço, foram encontrados um aparelho de raio-x, duas cadeiras odontológicas, além de cerca de 100 ampolas de medicamentos de uso exclusivo para médicos e dentistas. Foram recolhidos também materiais como seringas e agulhas.

Busca e apreensão aconteceu em clínica odontológica clandestina, em Campo Alegre, Norte catarinense. Imagem: Salmo Duarte / A Noticia
Luiz Benedito de Castro, de 65 anos, que se passava por dentista e seria proprietário do estabelecimento, foi preso em flagrante.

Luiz Bendito é protético e usava o alvará de um dentista de Curitiba (PR) para exercer a função. O documento está vencido desde 2015 e a polícia ainda não sabe apontar o grau de participação do profissional no esquema.

Além de Castro, a polícia apurou que nas sextas-feiras e sábados, um sobrinho dele, que cursa o último ano de Odontologia em uma universidade de Curitiba (PR), também realizava atendimentos no local. 
Era dele a responsabilidade dos atendimentos mais complexos.

Todos os equipamentos foram lacrados e apreendidos.Imagem:Polícia Civil / Divulgação
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Odair Sobreira, os falsos dentistas chegavam a realizar procedimentos como restauração, limpeza, extração de dentes e até tratamento de canal.

Ainda segundo o delegado, o estabelecimento atendia em condições precárias, mas contava com recepção, uma sala de espera e outras duas de atendimento.

Como saber se o dentista é mesmo um dentista

Ao procurar um profissional, é recomendado procurar se ele está cadastrado no Conselho Federal de Odontologia. Para isso, basta acessar ao site do conselho e clicar na opção Cidadão ou clicar aqui.

Quem identificar pessoas atuando ilegalmente deve fazer uma denúncia ao conselho regional. 
Em Santa Catarina, a denúncia deve ser feita na Ouvidoria da entidade pode ser realizada pelo site da entidade, por e-mail ou telefone. 

A denúncia não pode ser anônima, mas a identidade do denunciante será preservada pelo conselho.