Três Barras vai ter escolinha de futebol para formar craques de bola e na escola

Projeto da Prefeitura de Três Barras “Craque de bola, craque na escola”, busca a inclusão social através do esporte, combate à evasão escolar e formação de cidadãos para a vida.
O projeto deve ser colocado em prática a partir da segunda quinzena do mês de agosto. A coordenação será da secretaria de Educação, Cultura e Esporte.

Três Barras terá escolinha de futebol
Logo do projeto que será colocado em prática na segunda quinzena de agosto/Divulgação

Os treinamentos estão previstos para o campo de futebol da Escola João Pacheco de Miranda Lima (Caic), no distrito de São Cristóvão. 

As inscrições estarão abertas no período de 03 a 15 de agosto no anfiteatro Vereador Milton Miguel, das 09h às 12h e das 13h às 17h.
No ato deverão ser apresentados xérox do boletim trimestral e da certidão de nascimento, como também a autorização dos pais através das fichas de inscrições.

A escolinha será aberta a meninos e meninas de 09 a 17 anos de idade do distrito de São Cristóvão e comunidades vizinhas. 

Para isso, a frequência escolar do aluno deverá ser de no mínimo 80%, e comprovada por declaração expedida pela unidade de ensino. Fora isso, a média trimestral terá ser de no mínimo 6.0 (seis).

Serão oferecidas turmas nas categorias mirim (09 a 12 anos), infantil (13 e 14 anos) e juvenil (15 a 17 anos). Os encontros ocorrerão de segunda a sexta-feira, sempre no contraturno das aulas regulares dos participantes.

O fornecimento do material esportivo e a manutenção do campo serão de responsabilidade da coordenação do projeto. O comércio local fez a doação de 120 camisetas. As atividades serão desenvolvidas pelos professores João Eduardo Bishop, o Bolão, e Márcio Antunes.

Para o secretário de Educação, Cultura e Esporte, Antônio Tsunoda, o projeto irá além do aprendizado dos fundamentos básicos do futebol. “Vai desenvolver o equilíbrio psicológico, físico e motor dos participantes; cobrar disciplina e reforçar o trabalho em grupo e a convivência comunitária”, frisa.

Ao ingressar na escolinha, o aluno deverá obedecer fielmente ao regulamento estabelecido pelo regimento interno, no qual constam os direitos e deveres dos atletas participantes.

Tecnologia do Blogger.