Tragédia evitada. Vazamento de gás poderia ter causado explosão de prédio em Canoinhas

Na noite de quinta-feira (06), por volta das 21h, o Corpo de Bombeiros de Canoinhas foi chamado para a rua João Tomaschitz 959, onde um dos moradores do prédio relatou que havia forte cheiro forte de gás.

No local, os bombeiros se depararam com um vazamento de gás de cozinha (glp) de proporção considerável.
Dentro do apartamento , estava um botijão com a válvula de redução aberta, ou seja: pressurizada.


A mangueira que conectava o botijão de gás ao fogão veio a soltar-se e por não haver ninguém em casa, vazou grande quantidade de produto.

O prédio possui sistema de gás central canalizado, porém nesse apartamento não estava sendo utilizado, pois os moradores fixaram residência no endereço há apenas 03 dias.

A equipe fechou preventivamente todos os registros dos abrigos de gás do prédio e fez a entrada no ambiente, utilizando equipamento de respiração autônoma.

Foi realizada a contenção do vazamento e a abertura de todas as janelas e ventarolas do local, afim de que o produto fosse dispersado.

Foi necessário também realizar uma ventilação forçada, utilizando o ventilador de incêndio, para que o cheiro forte de gás saísse e o ar se tornasse respirável novamente.

O apartamento estava sob a responsabilidade do Sr. J.N.G., 37 anos, que compareceu no local e foi orientado do que deveria ser feito.

Tecnologia do Blogger.