Governo aumenta preço do combustível para "cobrir o rombo nas contas públicas"

O presidente Michel Temer decidiu aumentar impostos para fechar as contas deste ano, apesar da crise política e de sua baixa popularidade. 
O objetivo é gerar uma arrecadação extra de 10,4 bilhões de reais neste ano para cobrir o rombo nas contas públicas.

Aumento no preço dos combustíveis

O governo já bateu o martelo pela elevação da alíquota do PIS/Cofins que incide sobre combustíveis e não depende do aval do Congresso. A medida pode entrar em vigor imediatamente por meio de um decreto.

No aumento mais significativo, o governo dobrou a alíquota sobre o litro de gasolina: de 38 centavos para 79 centavos por litro.

Veja na tabela abaixo o aumento nos impostos PIS e Cofins cobrados sobre combustíveis .
CombustívelAlíquota atualNova alíquotaArrecadação adicional estimada (em milhões de reais)
Gasolina0,38160,79255.191,61
Diesel0,24800,46153.962,40
Etanol produtor0,12000,1309114,90
Etanol distribuidorzero0,19641.152,24
Total10.421,15