A Azaleia será reconhecida como flor símbolo de Canoinhas

Em 27 de junho de 2007, foi criada uma lei que adotava a Azaleia como flor símbolo da cidade de Canoinhas. A lei ficou guardada e esquecida. Hoje, dez anos depois, iniciaram as atividades do projeto piloto “Cidade das Azaleias”.

É com a intenção de embelezar a cidade e fazer jus ao título de flor símbolo que o Governo Municipal está articulando várias secretarias.

Durante a manhã, foram colhidas estaquias da planta do jardim da prefeitura. Elas serão levadas para a Unidade Prisional Avançada (UPA) onde reeducandos vão produzir as mudas para serem plantadas nos equipamentos públicos municipais.

O jardineiro Ari Carlos Ferreira dos Santos e o secretário do Meio Ambiente Hilário Kath fazendo a coleta das estaquias/Divulgação
Estão envolvidos no projeto a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, a Secretaria Municipal de Assistência Social (por meio do setor de segurança alimentar), a Secretaria do Desenvolvimento Rural e, pela Câmara de Vereadores, a vereadora Zenici Dreher.

O setor de Segurança Alimentar mantém viveiros em parceria com os reeducandos da UPA que produzem mudas de hortaliças. 

Jéssica de Jesus Vieira, coordenadora do setor de Segurança Alimentar e Nutricional, Thauany Farias, engenheira ambiental, Zenici Dreher, vereadora, e Hilário Kath, secretário do Meio Ambiente/Divulgação
O Meio Ambiente será responsável pelo plantio e os tratos culturais relacionados à manutenção das flores sob o suporte técnico do Desenvolvimento Rural. 

Após dois anos, pretende-se transformar o projeto em Programa Municipal. A proposta é fazer com que a flor seja reconhecida como símbolo de Canoinhas.