118 crianças dizem "Não às drogas" em Major Vieira

A solenidade de formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) no Centro Comunitário em Major Vieira, reuniu familiares, convidados, autoridades civis e militares e os formandos.


O PROERD, em parceria com a Prefeitura Municipal de Major Vieira, atua como medida pró-ativa no controle do uso indevido de drogas e da criminalidade nesse município.

Tem como sua primeira missão a de ensinar habilidades de escolhas às crianças e adolescentes, reunindo os esforços da família, escola, policia militar e poder publico, para fortalecer a auto-estima da criança; apresentando a ela um modelo positivo de vida.

Formatura do PROERD em Major Vieira
A solenidade de formatura aconteceu na terça-feira, 27 no Centro Comunitário em Major Vieira. Imagem: PMSC/Divulgação
Participaram da formatura 118 crianças do 5º ano do ensino fundamental, que receberam dos policiais militares orientações no que tange a prevenção das drogas.

Um dos momentos de emoção e alegria para os formandos foi a redação selecionada para leitura dos alunos concluintes, bem como a entrega dos mascotes do programa,  o leão “Darem”, para as cinco melhores redações selecionadas sendo os alunos: Amanda Raissa Mazeika e Luana Liz Veigado Prado (E. M. Tia Chiquinha, turma I), Juliana Sokacheski Pinheiro e Alini Chopinski (E. M. Tia Chiquinha, turma II), Ana Caroline de Souza Karvat e Daiane Raíne Urbaneck (E. M. Tia Chiquinha, turma III), Luiza Helena Miernitski e Valdiram Ferreira dos Santos (E. M. Tia Chiquinha, turma IV); Lucas Alves de Lima e Roberta Kondras (E.M. “André Malinski”); Camila Lavandoski e Pamela Julkoski (E.M.“Drausio Celestino Cunha”).


Finalizando a solenidade, todos os presentes receberam com muita alegria o mascote do programa, o leão “Darem”, que animou a todos com a canção do Proerd.

Esta é mais uma iniciativa de Polícia Militar catarinense, em parceria com outras instituições, que de forma preventiva e criativa procura manter as nossas crianças longe das drogas e da violência.    
               
Tecnologia do Blogger.