Câmara de Três Barras aprova reposição salarial para funcionalismo público municipal


A Câmara de Três Barras aprovou na última quarta-feira (24), a reposição salarial para o funcionalismo público municipal. 

O valor será destinado a servidores ativos e inativos, comissionados e pensionistas; dos poderes legislativo e executivo. A medida, no entanto, não atinge Vereadores, Prefeito, Vice e Secretários.

Vereadores aprovam reposição salarial do funcionalismo.
Vereadores aprovam reposição salarial do funcionalismo. Imagem: Divulgação
De acordo com os textos dos Projetos de Lei 7/L de 2017 e PL 16, o valor a ser acrescido nos salários é de 4%, com efeito retroativo para o mês de maio. O cálculo de reposição foi feito com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor, INPC, compreendido entre maio de 2016 e abril de 2017.

Ao utilizar a tribuna na discussão do projeto o vereador Marco Aurélio de Souza, Gorguinho (PMDB), argumentou que o envio da pauta à câmara “é fruto da manifestação dos vereadores”, salientando que a reposição “é um direito do funcionalismo”, defendeu.
Ele acredita que o executivo demorou em tratar da questão.

Já o vereador João Canani, (PSB), recordou que a questão salarial ganhou eco na Câmara devido “a pressão que temos recebido do funcionalismo”, que, segundo ele, cobrava dos edis uma posição quanto ao tema.

Siomara Muhlmann Correa, (PP), pediu, ao utilizar a tribuna, que o “executivo se comprometa a realizar o reajuste anualmente”, visão compartilhada por Laudecir José Gonçalves (PR), presidente da casa, que atentou que a “reposição inflacionária deve ser feita anualmente, assim como na gestão anterior, a fim de evitar o achatamento dos salários do funcionalismo” completou.

A sessão contou ainda com a presença dos vereadores Adilson Martins, popular Dega, Fabiano José Mendes, o Bano, ambos do PSD, Cerival da Cruz do DEM, Carla Shimoguiri do PTB e Dani Krailing do PMDB. 

A matéria teve aprovação unânime na casa e segue agora para sanção ou veto do prefeito Luiz Shimoguiri.

Tecnologia do Blogger.