Canoinhense apresenta Canoinhas e a erva mate em Congresso Internacional.


Entre os dias 25 e 27 de janeiro realizou-se na cidade do Porto, em Portugal, o V Congresso Internacional de Cidades Criativas.
As edições anteriores foram em Madri (Espanha) nos anos de 2009, 2011 e 2016, e em Campinas/São Paulo em 2013.

Neste evento, o canoinhense Reinaldo Knorek, Doutor e Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, e professor da Universidade do Contestado (UNC) há 22 anos, defendeu quatro artigos sobre desenvolvimento regional, alocando o municipio de Canoinhas como principal foco.
Reinaldo está fazendo pós doutorado na Universidade Nova, de Lisboa.

Artigos defendidos no V Congresso Internacional:

1º - Território da Cidadania: A Erva Mate como marca na história de desenvolvimento da cidade de Canoinhas - Santa Catarina - Brasil. 
Mostrou o desenvolvimento de Canoinhas e da Fesmate,  e marca a erva mate  na história do desenvolvimento nesse centenário.

2º Governança Territorial e Planos Diretores em cidades inseridas no território da cidadania em Santa Catariana - Brasil.
Este artigo foi defendido por Reinaldo Knorek e Newton Marcal Santos.


Mostraram a dificuldade que as cidades de Canoinhas, Mafra e São Bento do Sul, tem na implantação dos planos diretores dos mesmos.

3º A Universidade Comunitária e o Ensino Superior inseridas nas cidades do território da cidadania em Santa Catarina.
Reinaldo KnoreK e Argos Gumbowsky defenderam sobre a importância, das Universidades Comunitárias (Unc, Univalle, Unoesc) nos Territorio da Cidadania do Planalto Norte e meio oeste Contestado, em especial instalada em Canoinhas, Mafra, São Bento do Sul, e Joaçaba. 

Também os benefícios como: Acadêmicos, Sociais, Pessoais, Tecnológicos e Educacionais, no desenvolvimento territorial.

4º  Patrimônio cultural e o desenvolvimento histórico da cidade de Canoinhas - Santa Catarina - Brasil.
Reinaldo Knorek e Andrea Maria Crestani Bechel, falaram sobre o ciclo econômico da madeira, erva mate e a influência da Arte Déco nos prédios da cidade, mostraram fotos da Cuia, estátuas de madeira da avenida, e o prédio do museu da cidade.


Knorek retorna ao Brasil em julho, e publicará dois livros: de uma tese defendida em 2005 e outro sobre seus estudos de pós doutorado em Portugal.
Canoinhas agradece por levar nossa história e cultura para o mundo conhecer!

Matéria: Marly Galeski/Canoinhas Online
Imagens e informações cedidas por Reinaldo Knorek